• Erika Yamauti

MANF leva doação para a comunidade Vietnã, na zona Sul de São Paulo

Um dia de muita solidariedade e emoção. Nesse sábado, 13 de março, estivemos na favela Vietnã, na zona Sul de São Paulo, para entregar uma doação de 2000 porções de macarrão instantâneo Maruchan. A doação, realizada pela Zendai, fez a diferença para as famílias da comunidade.


"Fazia muito tempo que eu não ia até esse favela, que é perto de onde cresci e a primeira que conheci. Ela continua do mesmo jeito. Pessoas morando em palafitas na beira do córrego e outras casas próximas que ainda enchem de agua nas épocas de chuvas fortes. Não é aceitável que seres humanos vivam nessas condições", constata Murilo Saito, coordenador de relacionamento do Movimento Água no Feijão (MANF).


"Há um ano a questão da fome no Brasil foi literalmente um tapa na minha cara. Estávamos desesperados com o fechamento para o público de nossos restaurantes, mas acabei percebendo um problema ainda mais desafiador e premente, bem ao meu lado.

Como cozinheira assumo a missão de alimentar pessoas e foi muito doloroso testemunhar pessoas em situação de fome e de extrema vulnerabilidade – fome de verdade, aquela que você até pode saciar momentaneamente com um prato de comida, mas viver na incerteza da próxima refeição e sem perspectivas é algo impensável...", recorda Telma Shiraishi, idealizadora do MANF.


Desse choque, surgiu o Movimento Água no Feijão, para a produção e entrega emergencial de refeições humanitárias. "Foi muito gratificante ver nossa ação tomar corpo, com um lindo engajamento e evolução surpreendente de nossas frentes de atuação. Cada vez mais é desesperadora a situação de grande parte da população, com os vulneráveis ainda mais desamparados com o aprofundamento da crise sanitária e econômica. Nesse final de semana, graças à doação de um de nossos fornecedores, conseguimos levar mais de 2.000 porções de macarrão instantâneo a essa comunidade com pessoas vivendo em situação extremamente precária. Obrigada a todos os voluntários, doadores e apoiadores que nos têm acompanhado nessa luta diária!", agradece a chef.


O inventor do macarrão instantâneo foi Momofuku Ando, fundador da Nissin na cidade de Osaka, no Japão. Ele teve a ideia ao ver filas enormes de pessoas no pós-guerra em pleno inverno, tentando conseguir uma tigela de macarrão. Sua intenção era produzir algo prático, rápido e barato. Ando foi um grande líder e deixou muitos ensinamentos, do qual destacamos esse: “a paz no mundo está garantida quando há comida suficiente.”


Estamos todos enfrentando grandes desafios, mas podemos colocar um pouquinho de "água no feijão" e estender um prato de comida para quem tem fome. Faça a sua doação e contribua para combater a fome!


Fotos: Marcos Alonso

Agradecimentos:

Zendai

Maruchan






30 visualizações0 comentário
Siga-nos nas redes sociais
Contate-nos

© 2020 Movimento Água no Feijão

  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone YouTube